Frete grátis em São Paulo acima de R$ 500
Compra segura
Entrega garantida
31 produtos encontrados
91

CAVE GEISSE
A Vinícola Geisse foi fundada em 1979 pelo engenheiro agrônomo e enólogo chileno Mario Geisse, que identificou na região sul do Brasil um grande potencial para a viticultura de alta qualidade, especialmente para a produção de espumantes. Encontrou no terroir de Pinto Bandeira o local ideal para expressar todo o potencial da região.

A Família Geisse, desde então, elabora espumantes de altíssimo nível pelo método tradicional, capazes de evoluir brilhante e complexamente. Seus vinhos vêm cada vez mais despertando o interesse e os elogios dos principais críticos do mundo do vinho, como da Master of Wine Jancis Robinson, que incluiu a Geisse em sua lista das 15 vinícolas que ela acredita que podem marcar o futuro do vinho.

Mario Geisse já recebeu inúmeros prêmios e reconhecimentos e foi indicado na lista das personalidades mais influentes pela revista Época com o enunciado “O enólogo que transformou o espumante brasileiro em atração global”. Também recebeu o prêmio Vitis, uma grande homenagem da Associação Brasileira de Enologia, graças a todo o aporte de conhecimento feito no desenvolvimento da indústria do vinho fino no Brasil. Carlos Abarzúa, enólogo da Família Geisse há mais de 30 anos, ganhou em 2017 o título de Enólogo do Ano pela Associação Brasileira de Enologia (ABE).

Família Geisse, ainda, foi destaque na Revista de Vinhos do Brasil, por ser um sucesso entre os consumidores de Cult Wines (vinhos de pequenas produções), e foi indicada para o título de "Vinícola do Ano do Novo Mundo" (New World Winery), pela importante revista Americana Wine Enthusiast; um fato inédito para indústria do vinho brasileiro. 

A aguardada concessão da D.O. Altos de Pinto Bandeira, que virá em futuro breve, será a primeira Denominação de Origem do Novo Mundo específica para Espumantes, assim como a de Champagne, na França.

Espumante CAVE GEISSE Nature - Leveduras Autóctones
Vintage 2015
Colheita manual em janeiro de 2015. Método tradicional.

Este espumante foi elaborado a partir das uvas Chardonnay (70%) e Pinot Noir (30%) da safra de 2015, caracterizada por índice pluviométrico alto de aproximadamente 1.850 mm. As horas de frio foram de 263 abaixo de 7,2°C, suficientes para proporcionar brotação adequada.

É um espumante em que a fermentação foi espontânea provocada por leveduras próprias nos vinhedos Geisse (Autóctones). Estas leveduras sofreram uma seleção natural expressando as características e o potencial do terroir de Pinto Bandeira.

Não possui adição de conservante, e sua fermentação foi natural com leveduras autóctones. Longevidade e ótimo potencial de evolução.

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Família Geisse
  • Denominação::IP Pinto Bandeira, 2015
  • Nariz:Notas de frutas secas, frutas maduras, brioche, mel e nozes
  • SAFRA:2015
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Paladar seco, com excelente intensidade e corpo equilibrado. Acidez potente e persistência longa e agradável. Boa longevidade e potencial de evolução
  • UVA:70% Chardonnay, 30% Pinot Noir
  • ÁLCOOL:12%
  • HARMONIZAÇÃO:Pratos com molhos bem condimentados.
  • PAÍS:Brasil
  • ESTILO:Espumante
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:8ºC
  • Região:Lorem ypsum
  • Amadurecimento:Maturação de 72 meses sur lie
  • ASPECTO:Visual límpido e brilhante, com coloração amarelo ouro. Perlage fino e delicado
91
44
Cave Geisse Nature - Leveduras Autóctones
Cave Geisse Nature - Leveduras Autóctones
IP Pinto Bandeira, 2015
31

FATTORIA DI PETROGNANO 
A Fattoria di Petrognano detém cerca de 25 hectares de vinhedos especializados, na Toscana. A tradição de vinificar e engarrafar em seus próprios vinhedos, e o cuidado e a paixão que são dedicados aos vinhos, já atingiram a quarta geração.
A adega conta com os mais modernos equipamentos e técnicas, que permitem que todas as fases de vinificação, armazenamento e envelhecimento se realizem da forma mais racional. Regime orgânico.

MONICA ROSSETTI
Graças a grande paixão pela enologia e à sua larga experiência, a enóloga brasileira Monica Rossetti, de Bento Gonçalves, vem colecionando uma série de sucessos e deu vida a projetos interessantes que enriqueceram o mundo do vinho, no novo e no velho mundo. Na Fattoria di Petrognano, é a enóloga responsável por vinhos de elevada qualidade. A naturalidade e respeito são a base da filosofia que move todo o trabalho dela. Pensar e sentir o vinho, para ela é fruto de pesquisa, profissionalismo e intuição.

MEME Riserva de 2017 
Uvas orgânicas e geridas com os princípios da viticultura de precisão, provenientes de diferentes parcelas cultivadas em vinhas próprias. Os rendimentos de produção são inferiores aos previstos no DOCG e as vinhas têm cerca de 50 anos.
Na vinificação são utilizados recipientes de inox, com maceração de cerca de 12 a 15 dias. O envelhecimento ocorre em barris de madeira e concreto. A escolha do recipiente está ligada à intenção de preservar a expressão varietal e refinar os taninos.
O vinho tem a sua estabilidade natural e passa por uma ligeira filtração. Só é levado a mercado pelo menos 10 meses depois do engarrafamento.
É um vinho de identidade territorial, harmonioso e duradouro.

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Fattoria di Petrognano
  • Denominação::DOCG Chianti Riserva
  • Potencial de Guarda:10/15 anos
  • Nariz:Notas de fruta madura, como amoras e cerejas
  • SAFRA:2017
  • Enólogo:Monica Rossetti
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Complexo e austero na boca, com um final persistente
  • UVA:95% Sangiovese, 5% Canaiolo
  • ÁLCOOL:14,5%
  • HARMONIZAÇÃO:Preparações de carne
  • PAÍS:Itália
  • ESTILO:Tinto
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:15/18ºC
  • Região:Toscana
  • Amadurecimento:Envelhecimento em barris de madeira e concreto
  • ASPECTO:Granada intenso
31
44
MEME Chianti Riserva
MEME Chianti Riserva

MEME Chianti Riserva

Carregando...
DOCG Chianti Riserva, 2017
29

FATTORIA DI PETROGNANO 
A Fattoria di Petrognano detém cerca de 25 hectares de vinhedos especializados na Toscana. A tradição de vinificar e engarrafar em seus próprios vinhedos, e o cuidado e a paixão que são dedicados aos vinhos, chega à quarta geração.

A adega conta com os mais modernos equipamentos e técnicas, que permitem que todas as fases de vinificação, armazenamento e envelhecimento se realizem da forma mais racional. Regime orgânico.

MONICA ROSSETTI
Graças a grande paixão pela enologia e à sua larga experiência, a enóloga brasileira Monica Rossetti, de Bento Gonçalves, vem colecionando uma série de sucessos e deu vida a projetos interessantes que enriqueceram o mundo do vinho, no novo e no velho mundo. Na Fattoria di Petrognano, é a enóloga responsável por vinhos de elevada qualidade. A naturalidade e respeito são a base da filosofia que move todo o seu trabalho. Pensar e sentir o vinho para ela é fruto de pesquisa, profissionalismo e intuição.

ORCI Sangiovese de 2019
São vinificados em ânforas naturais de terracota, com maceração pelicular durante três meses, e por tradição, com uvas autóctones. Representa um regresso ao passado, um com sabor vigoroso, encorpado e complexo, com um forte vínculo com Montelupo Fiorentino, sede da Fattoria di Petrognano e cidade da cerâmica, onde os pequenos recipientes de terracota chamavam-se ORCI.

De cor amarelo dourado brilhante. Aroma a damascos, pêssegos maduros e ervas medicinais. Na boca, entrada firme e consistente devido a uma boa frescura e volume. Sabor ligeiramente salgado. Juventude e virtude com uma vitalidade intrigante que certamente dará o seu melhor em poucos anos.

A produção é limitada, variando entre 1000 e 1300 garrafas por safra.
 
Vinhas orgânicas.

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Fattoria di Petrognano
  • Denominação::IGT Toscana
  • Potencial de Guarda:10 anos
  • Nariz:Damascos, pêssegos maduros e ervas medicinais
  • SAFRA:2019
  • Enólogo:Monica Rossetti
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Entrada firme e consistente, boa frescura e volume; sabor ligeiramente salgado; vitalidade intrigante
  • UVA:100% Trebbiano
  • ÁLCOOL:12%
  • HARMONIZAÇÃO:Peixe, mariscos, carnes brancas, queijos, pratos a base de cogumelos
  • PAÍS:Itália
  • ESTILO:Branco
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:14ºC
  • Região:Toscana
  • Amadurecimento:Amadurece nos ORCI, e depois do engarrafamento, de 6 meses a 1 ano em garrafa
  • ASPECTO:Amarelo dourado brilhante
29
44
ORCI Trebbiano
ORCI Trebbiano

ORCI Trebbiano

Carregando...
IGT Toscana, 2019
27

FATTORIA DI PETROGNANO 
A Fattoria di Petrognano detém cerca de 25 hectares de vinhedos especializados na Toscana. A tradição de vinificar e engarrafar em seus próprios vinhedos, e o cuidado e a paixão que são dedicados aos vinhos, chega à quarta geração.

A adega conta com os mais modernos equipamentos e técnicas, que permitem que todas as fases de vinificação, armazenamento e envelhecimento se realizem da forma mais racional. Regime orgânico.

MONICA ROSSETTI
Graças a grande paixão pela enologia e à sua larga experiência, a enóloga brasileira Monica Rossetti, de Bento Gonçalves, vem colecionando uma série de sucessos e deu vida a projetos interessantes que enriqueceram o mundo do vinho, no novo e no velho mundo. Na Fattoria di Petrognano, é a enóloga responsável por vinhos de elevada qualidade. A naturalidade e respeito são a base da filosofia que move todo o seu trabalho. Pensar e sentir o vinho para ela é fruto de pesquisa, profissionalismo e intuição.

ORCI Sangiovese de 2019
São vinificados em ânforas naturais de terracota, com maceração pelicular durante três meses, e por tradição, com uvas autóctones. Representa um regresso ao passado, um com sabor vigoroso, encorpado e complexo, com um forte vínculo com Montelupo Fiorentino, sede da Fattoria di Petrognano e cidade da cerâmica, onde os pequenos recipientes de terracota chamavam-se ORCI.

Apresenta uma cor vermelho rubi. A confirmação da frescura do vinho já está presente ao primeiro impacto olfativo: muito intenso e franco, com notas de cereja e alcaçuz. A entrada na boca é dominada pela fruta, boa textura tânica e final de boca longo com um toque balsâmico. É o vinho mais massivo da coleção sem perder o requinte varietal. Ainda refinará na garrafa mesmo que já tenha notável agradabilidade e equilíbrio.

A produção é limitada, variando entre 1000 e 1300 garrafas por safra.

Vinhas orgânicas.

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Fattoria di Petrognano
  • Denominação::IGT Toscana
  • Potencial de Guarda:10 anos
  • Nariz:Cereja e alcaçuz
  • SAFRA:2019
  • Enólogo:Monica Rossetti
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Boa textura tânica e final de boca longo, com toque balsâmico; longevidade e evolução contínua
  • UVA:100% Sangiovese
  • ÁLCOOL:13%
  • HARMONIZAÇÃO:Carnes curadas e de caça, queijos curados, pratos salgados e condimentados
  • PAÍS:Itália
  • ESTILO:Tinto
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:18ºC
  • Região:Toscana
  • Amadurecimento:Amadurece nos ORCI, e depois do engarrafamento, de 6 meses a 1 ano em garrafa
  • ASPECTO:Vermelho rubi
27
44
ORCI Sangiovese
ORCI Sangiovese

ORCI Sangiovese

Carregando...
IGT Toscana, 2019
87

Jean-Luc Thunevin
Consultoria e seleção de Jean Luc Thunevin, conhecido pela produção de “vinho de garagem” de sucesso.

Château Moulin du Cadet 
Esta propriedade de apenas 5 hectares está localizada a cerca de 900 metros ao norte de Saint-Émilion, no planalto de Cadet. O vinho é feito lá há muitas gerações, e a propriedade foi registrada como Grand Cru na classificação oficial de Saint-Émilion. Desde 2015 o Château Moulin du Cadet é propriedade da família Lefévère.

A propriedade possui as certificações de Agricultura Orgânica e Biodinâmica.

Vintage 2017 

James Suckling 93 
"Sweet-berry, coffee and mushroom aromas follow through to a full body with chewy tannins and a juicy finish. Needs time to soften. Try after 2024". 
JJames Suckling

Robert Parker 91
"Made from 100% Merlot, the deep garnet-purple colored 2018 Moulin du Cadet strides confidently out of the glass with bold notes of blackberry preserves, plum pudding and black raspberries, plus suggestions of charcoal, tapenade and wild mushrooms with a waft of bay leaves. The medium to full- bodied palate is laden with juicy black fruits, supported by plush tannins and fantastic freshness, finishing long and earthy". 
Lisa Perrotti-Brown 

Jeb Dunnuck 95
"Rocking amounts of red and black currants, chalky minerality, violets, camphor, new leather, and violets emerge from the 2018 Château Moulin Du Cadet, a rich, medium to full-bodied, concentrated, beautifully balanced Saint-Emilion. With ripe tannins, plenty of mid-palate depth, and a great finish, this is another remarkable wine from the Lefévère family that's well worth snatching up. The wine is 100% Merlot brought up in 80% new French oak. It's going to benefit from 4-5 years of bottle age and will keep for 15+". 
Jeb Dunnuck

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Chateau Moulin du Cadet
  • Denominação::Grand Cru Classé Saint Emilion
  • Potencial de Guarda:10/15 anos
  • Nariz:Notas ousadas de compota de amora, pudim de ameixa e framboesa preta, além de sugestões de carvão e cogumelos selvagens
  • SAFRA:2017
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Médio a encorpado, carregado de suculentos frutos pretos, sustentados por taninos de excelente textura, com final longo e terroso
  • PONTUAÇÃO:Jeb Dunnuck 95
    James Suckling 93
    Robert Parker 91
  • UVA:100% Merlot
  • ÁLCOOL:14,5%
  • HARMONIZAÇÃO:Carnes vermelhas, carnes suínas, de cordeiro e de pato, queijos duros
  • PAÍS:França
  • ESTILO:Tinto
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:15/18ºC
  • Região:Saint Emilion, Bordeaux
  • Amadurecimento:Barricas de carvalho francês por 12 a 18 meses, sendo 60% em barricas novas
  • ASPECTO:Cor púrpura profunda
87
44
Château Moulin du Cadet
Château Moulin du Cadet
Grand Cru Classé St Emilion 2017
85

Jean-Luc Thunevin
Consultoria e seleção de Jean Luc Thunevin, conhecido pela produção de “vinho de garagem” de sucesso.

Château Bonnin La Fleur Blanchon
É uma pequena propriedade localizada a 10 km ao norte de Saint-Emilion. O seu tamanho modesto permite aos proprietários Patricia e Philippe Bonnin produzirem vinhos artesanais, desde a vindima manual ao envelhecimento em barricas. São 7 hectares de vinhas, em solos de argila e calcário.

Vintage 2016
Com colheita 100% manual, e envelhecimento em barricas de carvalho francês, o vinho apresenta sabores concentrados de cereja preta e ameixa madura, e sua riqueza é surpreendente. Redondo e macio, envelheceu em barricas de carvalho francês para desenvolver notas de baunilha picante.

 

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Château Bonnin La Fleur Blanchon
  • Denominação::AOC Lussac Saint-Emilion
  • Potencial de Guarda:10/12 anos
  • Nariz:Cereja preta e ameixa madura, com notas de baunilha
  • SAFRA:2016
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Sabores concentrados de cereja preta e ameixa madura, e notas de baunilha, com riqueza surpreendente; redondo e macio
  • PONTUAÇÃO:Gold Medal, Bordeaux Competition 2017
  • UVA:80% Merlot, 15% Cabernet Sauvignon, 5% Cabernet Franc.
  • ÁLCOOL:14,%
  • HARMONIZAÇÃO:Carnes vermelhas, queijos duros
  • PAÍS:França
  • ESTILO:Tinto
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:15/18ºC
  • Região:Lussac Saint-Emilion, Bordeaux
  • Amadurecimento:Barricas de carvalho francês
  • ASPECTO:Vermelho rubi
85
44
Château Bonnin La Fleur Blanchon
Château Bonnin La Fleur Blanchon
AOC Lussac St Emilion, 2016
83

DURFORT VIVENS 
Os Durfort de Duras chegaram em Margaux no século 14, onde erigiram uma fortaleza, e, em 1450, Thomas de Durfort tornou-se senhor de Margaux.
Quatro séculos depois, o visconde Robert Labat de Vivens torna-se, por herança, o dono do domínio dos senhores de Durfort, ao qual associa ao seu nome: Château Durfort-Vivens nasceu em 1824.
Em 1937 foi comprada pelo Château Margaux, cujo principal acionista é ninguém menos que a família Lurton. Em 1961, Durfort-Vivens se tornou propriedade de Lucien Lurton, que a vendeu em 1992 para seu filho Gonzague.

Classificação de 1855, Exposição Universal de Paris
O Château Durfort-Vivens foi elevado à posição de SECOND CRU CLASSE, na Classificação da Exposição Universal de Paris, em 1855. 
Um século depois esta classificação está bem e verdadeiramente presente e nunca esteve tão perto da sua origem. É um testemunho histórico e vivo da busca pela qualidade dos maiores vinhos de Bordeaux, e é para os eleitos, uma homenagem e um dever.

Víntage 2015
É um vinho seriamente estruturado, embora com grande potencial frutado. Tem uma textura densa, taninos poeirentos e frutas poderosas que irão evoluir para um vinho de longa duração. Cabernet-Sauvignon maduro, tenro, requintado, com um retorno soberbo na boca. 
Vinhas biodinâmicas.
 
Wine Enthusiast 94/96 
"Barrel Sample. This is a seriously structured wine, although one with great fruit potential. It has a dense texture, dusty tannins and powerful fruits that will develop into a long-lasting wine". 
Roger Voss
 
Jancis Robinson 17,5/20 
“Very dark. Lifted, very wild sort of nose with lots going on there. Round and mentholated. Interesting wine!”.
Jancis Robinson
 
Decanter 92 
“Very pure Margaux fruit showing classy Cabernet of beautiful length and balance. Always discreet at en primeur, this will have a very good future”.
Steven Spurrier

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Château Durfort Vivens
  • Denominação::2eme Cru Classé 1855, Appellation Margaux Contrôlée
  • Potencial de Guarda:20 Anos
  • Nariz:Grande potencial de frutas maduras
  • SAFRA:2015
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Estruturado, com textura densa, e frutas poderosas que irão evoluir para um vinho de longa duração; maduro, tenro, requintado, com um retorno soberbo na boca
  • PONTUAÇÃO:Wine Enthusiast 94–96
    Jancis Robinson 17,5/20
    Decanter.com 92
  • UVA:90% Cabernet Sauvignon, 10% Merlot.
  • ÁLCOOL:13,5%
  • HARMONIZAÇÃO:Carnes vermelhas grelhadas e assadas, cordeiro, pratos com cogumelos, massas com ragu de carne, queijos duros
  • PAÍS:França
  • ESTILO:Tinto
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:15/18ºC
  • Região:Margaux, Bordeaux
  • Amadurecimento:60% barris de carvalho novos
  • ASPECTO:Rubi intensa
83
44
Château Durfort Vivens
Château Durfort Vivens
2eme Cru Classé 1855, AOC Margaux, 2015
81

FRANCS MAGNVS
O castelo da propriedade data de 1850, e sua reputação de antes, 1560. As vinhas desfrutam de uma localização privilegiada, baseada em grandes pedreiras. 
Amaud Roux-Oulie assumiu esse vinhedo em 2011 e diversificou a propriedade, adquirindo o Chateau Francs-Magnus. 
O Château Francs-Magnus se desenvolveu mantendo-se fiel a uma única filosofia: produzir vinhos fantásticos; ao mesmo tempo em que homenageia e preserva Fronsac, este território excepcional.  
Em 2020, ele vinificou novas safras na agricultura orgânica. As ambições do enólogo para suas propriedades não param por aí. Muitos novos produtos serão revelados em breve.

Vintage 2018
A triagem da colheita foi feita sem esmagamento para reter fruto. Vinificação em tanques de aço inoxidável. Envelhecimento de 10 meses em barris de carvalho.
O resultado é um vinho elegante e com certa mineralidade.

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Château Francs Magnus
  • Denominação::AOC Bordeaux Supérieur
  • Potencial de Guarda:5/8 Anos
  • Nariz:Notas de ameixas, chocolate e mentol
  • SAFRA:2018
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Encorpado com de frutas e especiarias de cozimento
  • UVA:90% Merlot, 10% Cabernet Franc.
  • ÁLCOOL:14%
  • HARMONIZAÇÃO:Carnes vermelhas, cordeiro, massas com molhos à base de carne
  • PAÍS:França
  • ESTILO:Tinto
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:15/18ºC
  • Região:Fronsac, Bordeaux
  • Amadurecimento:Envelhecimento de 10 meses em barris de carvalho
  • ASPECTO:Rubi profundo
81
44
Château Francs Magnus
Château Francs Magnus

Château Francs Magnus

Carregando...
AOC Bordeaux Supérieur, 2018
79

SIEUR D`ARQUES
Desde 1946, Sieur d`Arques, localizada em Limoux (25km de Cascassone), perpetua uma tradição apaixonada que estabeleceu o Languedoc Roussillon como criador de safras excepcionais. Sua experiência histórica, sua eterna busca por qualidade e excelência e o domínio técnico permitem que eles produzam grandes vinhos para todos os exigentes amantes de vinhos.

Toques & Clochers é um leilão de caridade organizado por Sieur d'Arques desde 1990, cujos lucros vão para a renovação das torres da igreja das 40 aldeias dentro da Denominação de Limoux. Hoje, o leilão TOQUES & CLOCHERS é um evento imperdível no circuito internacional, atraindo mais de mil compradores de todo o mundo. Esses vinhos renomados são servidos em alguns dos melhores restaurantes do mundo e já conquistaram a aprovação unânime dos principais sommeliers internacionais do setor.

Em Limoux, o termo “CLOCHER” é usado da mesma forma que “Chateau” ou “Clos” é usado em outras regiões. Os vinhedos exclusivos incluem 3.800 lotes divididos em quatro terroirs específicos e espalhados por 40 aldeias, cada uma com uma torre sineira histórica. As qualidades únicas de cada um dos terroirs permitem a criação de vinhos que diferem uns dos outros, mas compartilham suas origens comuns de Chardonnay envelhecido em barris de carvalho.

Toques et Clochers Terroir Méditerranéen
Se beneficia de um clima quente e seco, exposto ao fluxo dos ventos do mar, favorecendo a maturação precoce. Os solos das encostas são de cascalho e calcário argiloso na natureza na rocha de arenito.
O vinho é vinificado e envelhecido em barricas de carvalho francês.

Sua cor é amarelo brilhante, com reflexos dourados. O nariz bem sustentado abre para notas de frutas cítricas e notas florais. Sabores intensos na boca. Na boca, o vinho apresenta intensidade e uma boa frescura. O final é longo e harmonioso.

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Sieur D`arques
  • Denominação::AOC Limoux
  • Potencial de Guarda:5 anos
  • Nariz:Frutas cítricas e notas florais
  • SAFRA:2018
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Sabores intensos na boca e boa frescura; final longo e harmonioso
  • UVA:100% Chardonnay
  • ÁLCOOL:13%
  • HARMONIZAÇÃO:Aperitivo com marisco, ostras quentes, aspargos assados ou mesmo um ensopado
  • PAÍS:França
  • ESTILO:Branco
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:13/14°C
  • Região:Limoux, Languedoc-Roussillon
  • Amadurecimento:Barricas de carvalho francês
  • ASPECTO:Amarelo brilhante, com reflexos dourados
79
44
Toques et Clochers Terroir Méditerranéen
Toques et Clochers Terroir Méditerranéen
AOC Limoux, 2018
77

SIEUR D`ARQUES
Desde 1946, Sieur d`Arques, localizada em Limoux (25km de Cascassone), perpetua uma tradição apaixonada que estabeleceu o Languedoc Roussillon como criador de safras excepcionais. Sua experiência histórica, sua eterna busca por qualidade e excelência e o domínio técnico permitem que eles produzam grandes vinhos para todos os exigentes amantes de vinhos.

Toques & Clochers é um leilão de caridade organizado por Sieur d'Arques desde 1990, cujos lucros vão para a renovação das torres da igreja das 40 aldeias dentro da Denominação de Limoux. Hoje, o leilão TOQUES & CLOCHERS é um evento imperdível no circuito internacional, atraindo mais de mil compradores de todo o mundo. Esses vinhos renomados são servidos em alguns dos melhores restaurantes do mundo e já conquistaram a aprovação unânime dos principais sommeliers internacionais do setor.

Em Limoux, o termo “CLOCHER” é usado da mesma forma que “Chateau” ou “Clos” é usado em outras regiões. Os vinhedos exclusivos incluem 3.800 lotes divididos em quatro terroirs específicos e espalhados por 40 aldeias, cada uma com uma torre sineira histórica. As qualidades únicas de cada um dos terroirs permitem a criação de vinhos que diferem uns dos outros, mas compartilham suas origens comuns de Chardonnay envelhecido em barris de carvalho.

Toques et Clochers Haute Vallée de 2018
Se beneficia de um clima quente e seco, exposto ao fluxo dos ventos do mar, favorecendo a maturação precoce. Os solos das encostas são de cascalho e calcário argiloso na natureza na rocha de arenito.

O vinho é vinificado e envelhecido em barricas de carvalho francês.

Sua cor é amarelo brilhante, com reflexos dourados. O nariz bem sustentado abre para notas de frutas cítricas e notas florais. Sabores intensos na boca. Na boca, o vinho apresenta intensidade e uma boa frescura. O final é longo e harmonioso.

FICHA TÉCNICA

  • PRODUTOR:Sieur D`arques
  • Denominação::AOC Limoux
  • Potencial de Guarda:5 anos
  • Nariz:Flores e aromas minerais
  • SAFRA:2018
  • VOLUME:750ml
  • Boca:Sabores intensos na boca. Notas florais, minerais e picantes trazem complexidade geral; final longo e harmonioso
  • PONTUAÇÃO:Wine&Spirits 91
  • UVA:100% Chardonnay
  • ÁLCOOL:13%
  • HARMONIZAÇÃO:Vieiras, lagostas ou peixes com erva-doce
  • PAÍS:França
  • ESTILO:Branco
  • TEMPERATURA DE SERVIÇO:13/14°C
  • Região:Limoux, Languedoc-Roussillon
  • Amadurecimento:Barricas de carvalho francês, por 10 meses
  • ASPECTO:Amarelo brilhante, com reflexos verdes
    77
    44
    Toques et Clochers Haute Vallée
    Toques et Clochers Haute Vallée
    AOC Limoux, 2018
    75

    Bernard Loiseau:
    Bernard Loiseau deixou sua marca na história da culinária francesa. Ele viveu e morreu de uma maneira intensa e única. Tornou-se uma verdadeira referência culinária. 
    Atualmente, Dominique Loiseau, esposa de Bernard, continua a garantir o futuro e a reputação de prestígio da Côte d 'Or e do grupo Loiseau como um todo.

    Albert Bichot:
    Em 1831, Albert Bichot escreveu a primeira página da história da Casa. Hoje, o tesouro da família consiste em 100 hectares de alguns dos vinhedos mais prestigiosos da Borgonha. São domínios excepcionais, e o respeito pela natureza e perícia na vinificação lhes permite trazer nobreza e elegância em cada um dos vinhos.

    A união:
    Alta gastronomia e vinhos especiais sempre estiveram em perfeita harmonia. As raízes da Borgonha, a paixão pela exceção e a vontade de ir mais longe são os 3 pontos comuns entre Bernard Loiseau e Albert Bichot.

    As Casas estão agora envolvidas em um projeto comum: uma variedade de vinhos da Borgonha, com assinatura conjunta de Bernard Loiseau e Albert Bichot. Com o know-how e o apoio técnico de uma grande e premiada Casa de Beaune, Bernard Loiseau criou uma gama de grandes vinhos finos. Trabalham em perfeita harmonia para escolher as denominações mais atraentes, vinificar e amadurecer as cuvees excepcionais e apresentá-las em garrafas muito elegantes e sóbrias.

    Chablis, 2020
    Vinificação em cubas de aço inoxidável. Durante a fermentação alcoólica, a temperatura é mantida em 18°C. Fermentação malolática. Estagio nas borras de fermentação (leveduras e bactérias mortas) durante 6 a 8 meses.

    Vinho com linda cor verde-ouro. Fresco e elegante, o nariz revela nuances cítricas e minerais. Bela harmonia geral, este vinho tem grande poder e persistência.}

    Indicações de degustação e harmonização Bernard Loiseau 
    Esteja sereno para degustar este Chablis! Curta o seu aspecto refrescante no aperitivo, acompanhado de pequenas torradas ao salmão defumado. A mesa, descubra sua generosidade acompanhado com ostras. Na França, prefira as ostras de Cancale ou d'Oléron.

    FICHA TÉCNICA

    • PRODUTOR:Bernard Loiseau & Albert Bichot
    • Denominação::Chablis, Appelation D'Origine Contrôlée
    • Potencial de Guarda:5 anos
    • Nariz:Nuances cítricas e minerais
    • SAFRA:2020
    • VOLUME:750ml
    • Boca:Fresco e elegante, bela harmonia geral, este vinho tem grande poder e persistência
    • UVA:100% Chardonnay
    • ÁLCOOL:12,50%
    • HARMONIZAÇÃO:Pequenas tostas de salmão; ostras
    • PAÍS:França
    • ESTILO:Branco
    • TEMPERATURA DE SERVIÇO:9/11°C
    • Região:Bourgogne
    • Amadurecimento:Estígio nas borras de fermentação durante 6 a 7 meses
    • ASPECTO:Verde ouro
    75
    44
    Chablis Bernard Loiseau
    Chablis Bernard Loiseau
    AOC Chablis, 2020
    73

    Bernard Loiseau:
    Bernard Loiseau deixou sua marca na história da culinária francesa. Ele viveu e morreu de uma maneira intensa e única. Tornou-se uma verdadeira referência culinária. 
    Atualmente, Dominique Loiseau, esposa de Bernard, continua a garantir o futuro e a reputação de prestígio da Côte d 'Or e do grupo Loiseau como um todo.

    Albert Bichot:
    Em 1831, Albert Bichot escreveu a primeira página da história da Casa. Hoje, o tesouro da família consiste em 100 hectares de alguns dos vinhedos mais prestigiosos da Borgonha. São domínios excepcionais, e o respeito pela natureza e perícia na vinificação lhes permite trazer nobreza e elegância em cada um dos vinhos.

    A união:
    Alta gastronomia e vinhos especiais sempre estiveram em perfeita harmonia. As raízes da Borgonha, a paixão pela exceção e a vontade de ir mais longe são os 3 pontos comuns entre Bernard Loiseau e Albert Bichot.

    As Casas estão agora envolvidas em um projeto comum: uma variedade de vinhos da Borgonha, com assinatura conjunta de Bernard Loiseau e Albert Bichot. Com o know-how e o apoio técnico de uma grande e premiada Casa de Beaune, Bernard Loiseau criou uma gama de grandes vinhos finos. Trabalham em perfeita harmonia para escolher as denominações mais atraentes, vinificar e amadurecer as cuvees excepcionais e apresentá-las em garrafas muito elegantes e sóbrias.

    Chablis 1er Cru Les Vaillons de 2018
    Vinificação em cubas de aço inoxidável. Durante a fermentação alcoólica, a temperatura é mantida entre 18 e 20°C, por 15 a 40 dias, ou até mais. Fermentação malolática. Estágio nas borras de fermentação (leveduras e bactérias mortas) durante 10 meses.

    Este premier cru tem uma cor amarelo pálido, muito brilhante, com atraentes reflexos verdes. O terroir dos Vaillons reúne todos os aspectos do terroir chablisiano: aromas frescos e minerais de flores brancas e notas vegetais (como aspargos ou alcachofra) e sílex, e por outro lado uma estrutura encantadora com muita redondeza.

    Indicações de degustação e harmonização Bernard Loiseau 

    Pode ser apreciado com especialidades francesas, como terrines de poisson, ou, ainda, com peixes grelhados ou pochés. Acompanha muito bem os aspargos e os pratos exóticos à base de curry e pratos de tandoori. Sua mineralidade vai se revelar igualmente com belos pratos de frango ou peru, assim como veau en sauce blanche e certos queijos de cabra.

    FICHA TÉCNICA

    • PRODUTOR:Bernard Loiseau & Albert Bichot
    • Denominação::Chablis 1er Cru, Appellation D`Origine Contrôlée
    • Potencial de Guarda:5-10 anos
    • Nariz:Aromas frescos e minerais de flores brancas e notas vegetais (como aspargos ou alcachofra) e sílex
    • SAFRA:2018
    • VOLUME:750ml
    • Boca:Estrutura encantadora com muita redondeza
    • UVA:100% Chardonnay
    • ÁLCOOL:13%
    • HARMONIZAÇÃO:Peixes com aspargos, cozinha exótica, caril, aves e vitela ao molho branco, queijos de cabra
    • PAÍS:França
    • ESTILO:Branco
    • TEMPERATURA DE SERVIÇO:11/13°C
    • Região:Bourgogne
    • Amadurecimento:Estagio nas borras de fermentação durante 10 meses
    • ASPECTO:Amarelo pálido com reflexos verdes
    73
    44
    Chablis 1er Cru Les Vaillons Bernard Loiseau
    Chablis 1er Cru Les Vaillons Bernard Loiseau
    AOC Chablis 1er Cru, 2018
    31 produtos encontrados
    Diga-nos se você tem mais de 18 anos.
    NÃO